Câmara de Porto Murtinho já havia solicitado desligamento de médico acusado de negligência

por Giva publicado 12/03/2022 23h45, última modificação 12/03/2022 23h45
A moção de repúdio foi encaminhada no dia 19 de outubro do ano passado e o requerimento solicitando o cancelamento do contrato do médico foi encaminhado no dia 22 como mostra os documento.

Diante de inúmeras denúncias e acusações enviadas ao legislativo, os vereadores de Porto Murtinho já teriam solicitado diretamente ao executivo uma nota de repúdio e até mesmo um requerimento no qual a casa de leis solicitou o desligamento do médico e até mesmo a substituição da empresa prestadora de serviços no qual ele é responsável.

Após várias manifestações contrárias ao seu atendimento com a população murtinhense, os vereadores encaminharam no dia 19 de outubro de 2021, uma nota repudiando o péssimo atendimento que era prestado por ele, em seguida na data de 22 de outubro de 2021, um requerimento foi encaminhado ao executivo solicitando o afastamento do médico, até o momento nenhum dos pedidos foi atendido e casos gravíssimos na saúde em Porto Murtinho continuam acontecendo como o que ocorreu nesta sexta-feira 11, onde o mesmo médico foi acusado de negligência e um bebê morreu após o parto.

A Câmara Municipal de Porto Murtinho repudia o péssimo atendimento do médico e devido à falta de retorno por parte do executivo irá cobrar providências diretamente ao Ministério Público.

nota

 

Requerimento do contrato