Vereadores participam da semana de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual contra Crianças Adolescentes

por Giva publicado 17/05/2019 19h59, última modificação 17/05/2019 19h59
O evento teve a participação da equipe do Conselho Tutelar, Poder Judiciário, Polícia Civil e Militar.

A luta pelos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes é forte em Porto Murtinho, nesta última quinta-feira (17), as vereadoras Sônia Ferreira, Marciana Britos e o vereador Jayme Evandro, participaram do evento promovido pela Secretaria Municipal de Assistência Social, trabalho e Cidadania sobre o Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Em nome de todos os parlamentares da Câmara Municipal, a vice-presidente manifestou apoio a geração futura da nossa cidade. Sônia comentou da importância do apoio familiar, da escola e projetos sociais, que são importantíssimos para evitar essa situação.

Crianças e adolescentes da rede municipal de ensino participaram do evento. Jovens dos projetos sociais apresentaram canções contemporâneas voltadas ao tema.

O evento teve a participação da equipe do Conselho Tutelar, Poder Judiciário, Polícia Civil e Militar.

O Delegado de Polícia Civil, João Cléber Dorneles, comentou sobre a atuação da sua equipe a favor do Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes.

Lembrada nacionalmente no dia 18 de maio, a campanha é um gesto para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos de crianças e adolescentes.

Palestra

 Na palestra ministrada pela Promotora de Justiça, Dr. Juliana Pellegrino Vieira, a promotora destacou vários pontos sobre o combate e a punição.

“O combate e punição devem ocorrer após encaminhamento das denúncias, mas não podemos deixar de lado a mais importação ação contra esse tipo de violência: a prevenção”, destacou, reafirmando a necessidade do serviço Disque 100 ser utilizado pela sociedade. O serviço é gratuito, ininterrupto e sigiloso.

De acordo com dados da Secretaria de Direitos Humanos, é assustador o número de casos de violência sexual contra crianças e adolescentes no país. Por isso, foi criada esta data com o intuito de ajudar a combater este mal que destrói a vida de milhares de jovens todos os anos.

No Brasil, a prevenção e o enfrentamento a esse grave problema demandam a articulação de ações intersetoriais com o objetivo de proteger as vítimas e responsabilizar os agressores, bem como conscientizar a população sobre formas de identificar e denunciar os casos suspeitos.

A violência sexual pode ocorrer de diversas formas, entre elas: o abuso sexual e a exploração sexual. O abuso acontece quando a criança ou adolescente é usado para satisfação sexual de uma pessoa mais velha. Já a exploração sexual envolve uma relação de mercantilização, onde o sexo é fruto de uma troca, seja financeira, de favores ou presentes.

Muita gente confunde o significado do abuso sexual com a exploração sexual. São duas coisas diferentes. A exploração sexual consiste em usar a criança ou o adolescente como meio de faturar dinheiro, oferecendo o menor como “ferramenta” de satisfação sexual. Finalizou.

error while rendering plone.comments